Ministério confirma indicação de Adriano Pires para presidência da Petrobras (PETR4)

Em participação ao programa BM&C News, no início do ano, Adriano afirmou que o ICMS não é culpado pela gasolina, botijão e o diesel estarem caros

O Ministério de Minas e Energia confirmou, nesta segunda-feira (28), a indicação de Adriano Pires, fundador do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE), para substituir o general da reserva Joaquim Silva e Luna na presidência da Petrobras (PETR4). 

Além disso, a pasta afirmou a indicação de Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, para a presidência do Conselho de Administração. 

A troca deve ser confirmada na assembleia de acionistas que foi agendada para o dia 13 de abril. 

A saída de Luna acontece após o presidente Jair Bolsonaro ter criticado a alta de cerca de 25% no preço do diesel anunciada pela Petrobras no início deste mês, quando também reajustou o valor da gasolina em quase 19%.

Adriano Pires é graduado em Economia, Doutorado em Economia Industrial pela Universidade de Paris XIII, Mestrado em Planejamento Energético. É Diretor-Fundador do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE), coordenando projetos e estudos para a indústria de gás natural, a política nacional de combustíveis, o mercado de derivados de petróleo e gás natural. 

Em participação ao programa BM&C News, no início do ano, Adriano afirmou que o ICMS não é culpado pela gasolina, botijão e o diesel estarem caros. “O ICMS não é o culpado pela gasolina, botijão e o diesel estarem caros, o culpado é o preço do barril e o câmbio depreciado”, disse. 

Na avaliação de Pires, em relação ao rali de preço do barril e câmbio depreciado, o governo não criou políticas públicas para que essa volatilidade de preço do combustível não chegasse de uma maneira tão rápida ao bolso do consumidor.

Adriano fez também uma comparação com o governo Biden, nos Estados Unidos, que colocou reserva de petróleo no mercado, de modo a segurar o preço da gasolina, e destacou que no Brasil não foi feito nada.

Confira a análise na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Matérias relacionadas