Ministério da Justiça pede explicação da Petrobras sobre novo reajuste dos combustíveis

A estatal já havia sido notificada pela pasta em outubro do ano passado também por um reajuste no preço do insumo

O Ministério da Justiça, por meio da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), enviou uma notificação para que a Petrobras esclareça o mais recente aumento no preço dos combustíveis, informou o órgão em comunicado nesta sexta-feira.

O pedido foi apresentado na quinta-feira, após o registro de filas de consumidores em postos de abastecimento país afora depois que a companhia anunciou uma elevação de 18% no preço da gasolina e de 24% no diesel.

A estatal já havia sido notificada pela pasta em outubro do ano passado também por um reajuste no preço do insumo. Entretanto, conforme o comunicado do ministério, a Petrobras “não encaminhou com clareza os questionamentos levantados à época”.

“A petrolífera deveria fornecer informações para a compreensão da dinâmica dos mercados de combustíveis, de modo a serem realizadas sugestões para seu aperfeiçoamento com a perspectiva da proteção e defesa do consumidor”, informou o comunicado do ministério.

Procurada, a Petrobras não respondeu de imediato a pedido de comentário.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas