Federal Reserve aumenta taxa de juros em 0,5 ponto percentual

Segundo o Fed, o limite para a redução no balanço será de US$ 47,5 bilhões por mês nos primeiros três meses. Após o período, será de US$ 95 bilhões por mês

Em reunião realizada em 3 e 4 de maio, pelas autoridades do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), o Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) decidiu aumentar, nesta quarta-feira (4), a taxa básica de juros dos Estados Unidos em 0,5 ponto percentual, para um intervalo entre 0,75% a 1,00%.

A decisão já era esperada pelo mercado, já que a inflação não mostra sinais de recuar e pode aumentar ainda mais devido à invasão da Ucrânia pela Rússia.

“A invasão da Ucrânia pela Rússia está causando enormes dificuldades humanas e econômicas. As implicações para a economia dos EUA são altamente incertas. A invasão e os eventos relacionados estão criando uma pressão ascendente adicional sobre a inflação e provavelmente pesarão sobre a atividade econômica”, informa o Fed.

O comitê destaca também que os lockdowns na China devem exacerbar problemas em cadeias de produção.

“Além disso, o comitê decidiu começar a reduzir suas participações em títulos do Tesouro e dívida de agências e títulos lastreados em hipotecas de agências em 1º de junho”, diz o comunicado.

Segundo o Fed, o limite para a redução no balanço será de US$ 47,5 bilhões por mês nos primeiros três meses. Após o período, o limite para redução será de US$ 95 bilhões por mês. O Fed elevou a taxa sobre balaçanços de reserva de 0,4% a 0,9%.

O comitê ressalta ainda que está pronto para ajustar política monetária caso novos riscos surjam.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas