Ministério da Economia vai cortar projeção para alta do PIB em 2022 para cerca de 1,5%

O ministro da Economia, Paulo Guedes, tem dito repetidamente que o país voltará a surpreender os analistas

O Ministério da Economia vai revisar sua previsão oficial para o crescimento econômico deste ano para cerca de 1,5%, ante 2,1% projetados anteriormente, disseram duas fontes do governo à Reuters, nesta quarta-feira (16).

As fontes, que falaram sob condição de anonimato, destacaram que os números devem ser divulgados na quinta-feira, quando a Secretaria de Política Econômica atualizará sua grade de parâmetros macroeconômicos, que é usada como referência para a programação orçamentária do governo.

Apesar da queda, o desempenho do Produto Interno Bruto projetado pelo governo para 2022 ainda é muito mais otimista do que o aumento de 0,49% esperado pelos mercados, segundo a mais recente pesquisa semanal Focus com mais de 100 economistas divulgada pelo Banco Central.

Mais cedo, o jornal Folha de S. Paulo informou que a estimativa do governo para o PIB cairia para 1,5%.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, tem dito repetidamente que o país voltará a surpreender os analistas, com maiores investimentos privados e um mercado de trabalho melhorado mitigando efeitos adversos da inflação elevada, mesmo em meio às incertezas globais geradas pela invasão da Ucrânia pela Rússia.

Na quarta-feira, Guedes afirmou que o Brasil está preparado “para qualquer guerra” e que o governo pode contornar um teto constitucional de gastos se necessário devido ao conflito no Leste Europeu.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Matérias relacionadas