“O Banco Central europeu será o mais afetado em função da guerra”, diz estrategista

O estrategista destacou que o crescimento na Europa será muito impactado negativamente
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

O Banco Central Europeu (BCE) deve ser o mais afetado pela guerra na Ucrânia em relação às políticas monetárias, na opinião do estrategista da Galapagos Capital, Rodrigo Jafet.

“Na Europa veremos a inflação subindo muito, principalmente os preços do setor de energia”, disse o estrategista. Em entrevista ao BM&C News, Jafet ainda destacou que o crescimento do PIB será muito impactado negativamente e esse é um dos piores problemas que os bancos centrais podem enfrentar. 

Além disso, Jafet destacou que o euro foi uma das moedas que mais se depreciaram frente ao dólar desde o início da invasão da Rússia na Ucrânia.

Confira a análise na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Matérias relacionadas