Americanas fez cerca de 400 demissões nos últimos 2 meses, empresa cita ajustes

A Americanas é controladora de sites de comércio eletrônico e da fintech Ame, além de possuir uma extensa rede de lojas físicas pelo país

O grupo varejista Americanas (AMER3) fez cerca de 400 demissões no país nos últimos dois meses de forma faseada, segundo o layoffsbrasil.com, site de recolocação de profissionais de tecnologia.

Consultada pela Reuters, a Americanas afirmou em nota que “como uma das maiores empregadoras do país e com mais de 43 mil colaboradores em todas as regiões, ajustes de quadro e adequação de perfis profissionais garantem eficiência e a estratégia de longo prazo em seus negócios”.

A Americanas é controladora de sites de comércio eletrônico e da fintech Ame, além de possuir uma extensa rede de lojas físicas pelo país.

A notícia vem no momento em que empresas de alto crescimento e baseadas em tecnologia têm anunciado demissões e refeito planos de crescimento no país, diante do cenário recente de juros mais altos e inflação elevada.

Mais cedo nesta terça-feira, a fintech de pagamentos Ebanx anunciou a demissão de cerca de 20% dos empregados, ou cerca de 340 pessoas, citando o “ambiente macroeconômico”.

A Americanas informou em maio que teve prejuízo de 238,2 milhões no primeiro trimestre, mesmo com aumento das vendas, em meio a um forte piora do resultado financeiro, com o efeito do juro mais alto sobre o custo da dívida.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas