Ibovespa termina em alta com suporte de Wall Street

No pregão desta quita-feira, bancos ficaram entre as baixas mais relevantes do Ibovespa e limitaram uma alta mais firme do indicador

O Ibovespa terminou o pregão desta quinta-feira subindo, com apoio de Wall Street e de empresas locais como Vale, além de Petrobras e Embraer. Entretanto, bancos ficaram entre as baixas mais relevantes e limitaram uma alta mais firme do indicador.

Entre as principais notícias do dia, o mercado digere o PIB (Produto Interno Bruto) dos Estados Unidos, que caiu a uma taxa anual de 1,4% no primeiro trimestre de 2022, de acordo com a primeira leitura do Departamento do Comércio divulgada nesta quinta-feira .

O resultado ficou muito abaixo do esperado pelo mercado, que projetava crescimento anual de 1,1%. No quarto trimestre de 2021, o PIB real aumentou 6,9% no país.

Aqui no Brasil, o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) avançou 1,41% em abril, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV) divulgados nesta quinta-feira (28). Com o resultado, o índice acumula alta de 6,98% no ano e de 14,66% em 12 meses.

Além disso, o Brasil apresentou crescimento no saldo de empregos em março. O país abriu 136.189 vagas formais de trabalho, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado, nesta quinta-feira. 

O Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, fechou em alta de +0,52%, cotado a 109.918,97 pontos.

dólar comercial fechou em queda de -0,55%, cotado a R$ 4,9399

Nos Estados Unidos, as bolsas fecharam em alta . O S&P 500 fechou subindo +2,48% (4.287,91), a Dow Jones registrou uma variação positiva de +1,85% (33.917,12), enquanto a Nasdaq encerrou o dia em alta de +3,06% (12.871,53).

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas