“Como estrangeiro, o que mais me afetou foi a desconexão do swift”, diz brasileiro que mora na Rússia

O estudante contou que os supermercados durante a guerra, iriam limitar os lucros em relação aos produtos de cesta básica em 5%.
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

O estudante brasileiro que mora na Rússia há três anos, Igor Farizato, contou as principais dificuldades que a população vem sofrendo com o período de guerra na Ucrânia. Como estrangeiro, ele destacou que a sanção que mais o prejudicou foi a desconexão do swift. 

Farizato relatou que apesar de alguns bancos estarem permitindo transferências via swift, as companhias que fazem câmbio para a Rússia acabaram banindo de forma completa a transferência de dinheiro para a Rússia. “A maior dificuldade como estrangeiro agora é o envio de dinheiro”.

Do ponto de vista do dia a dia da população russa, o estudante destacou que o que mais impactou foi a perda do poder de compra – principalmente em relação a produtos importados, que encareceram muito.

Confira a análise na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Matérias relacionadas