Rússia expulsa autoridade dos EUA da embaixada em Moscou

Joe Biden afirmou que a ameaça de uma invasão russa na Ucrânia é "muito alta"

A Rússia expulsou o vice-embaixador dos Estados Unidos, Bart Gorman, da embaixada americana em Moscou, capital russa, informou o Departamento de Estado dos EUA, nesta quinta-feira (17).

Segundo um porta-voz do departamento, a expulsão não foi provocada e a administração do presidente Joe Biden irá responder ao fato.

Biden falou com alguns repórteres na saída da Casa Branca. O presidente afirmou que a ameaça de uma invasão russa na Ucrânia é “muito alta”.

O presidente disse que havia “todas as indicações de que eles estão preparados para entrar na Ucrânia”.

“Não tenho planos de telefonar a Putin neste momento”, ressaltou Biden.

De acordo com o CNBC, a embaixadora dos Estados Unidos nas Nações Unidas, Linda Thomas-Greenfield, também afirmou que há evidência de um ataque iminente.

“A evidência em território é que a Rússia está se movendo em direção a uma invasão iminente. Este é um momento crucial”, destacou.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Com Reuters

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas