Bancos podem ter acesso a mecanismo de recompra permanente até início de 2022, diz Logan, do Fed

O banco central dos Estados Unidos começou a aceitar pedidos de bancos neste mês para aderir ao programa
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Prédio do Federal Reserve em Washington – REUTERS/Leah Millis

O programa de recompra permanente estabelecido pelo Federal Reserve neste ano poderá ser aberto aos bancos até o início do ano que vem, disse uma autoridade de alto escalão do Fed de Nova York nesta quinta-feira.

O banco central dos Estados Unidos começou a aceitar pedidos de bancos neste mês para aderir ao programa, que permite às instituições financeiras tomarem dinheiro emprestado em base “overnight”, e vários deles já se inscreveram, disse Lorie Logan, vice-presidente-executiva do Fed de Nova York e gerente da Conta do Sistema Mercado Aberto (Soma, na sigla em inglês).

Veja mais:

Atualmente, o mecanismo está aberto apenas para um grupo de 24 corretoras primárias de Wall Street que atuam como contrapartes do Fed.

Os programas de recompra permanente do Fed, incluindo um doméstico e outro para autoridades monetárias estrangeiras e internacionais, têm o objetivo de servir de apoio ocasional e não devem ser usados regularmente como outras ferramentas que o banco central usa para controlar os juros, disse Logan.

As empresas financeiras podem recorrer ao mecanismo de recompra reversa com menos frequência no futuro se houver um aumento na emissão de Treasuries, o que lhes daria mais alternativas para investir seu dinheiro, disse ela.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.