Destaques da Bolsa: PetroRio registra forte alta de 5%; Minerva avança

Vale e Usiminas caem com o minério de ferro
Investidores entram na Bolsa com valores cada vez mais baixos

O Ibovespa opera com leve alta, nesta quinta-feira (9), tentando se recuperar após a queda de 3,78% na véspera. Mas a tensão institucional no país continua, com paralisações de caminhoneiros adicionando incertezas

 Às 12h30, o Ibovespa subia 0,33%, a 113.042 pontos. 

Acompanhando a queda do petróleo, as ações da Petrobras recuam (PETR3 -2,21%; PETR4 -2,56%), enquanto a PetroRio (PRIO3) registra alta de 5,48%. Vale e Usiminas caem com o minério de ferro. Vale (VALE3) recua 0,16% e Usiminas (USIM5) cai 0,39%. Já CSN (CSNA3) sobe 1,69%, Gerdau (GGBR4) tem ganhos de 1,70% e Metalúrgica Gerdau (GOAU4) tem alta de 1,63%. 

Os bancos também registram mais um dia de baixa. Bradesco ON (BBDC3) cai 1,65%, Bradesco PN (BBDC4) perde 1,37%, Banco do Brasil (BBAS3) recua 0,18%, Itaú (ITUB4) registra baixa de 0,42% e Santander (SANB11) tem queda de 1,10%. 

Confira os destaques desta quinta-feira: 

Minerva (BEEF3)

A Minerva informou, nesta quarta-feira (8), que vai investir na startup do setor agrícola Traive, com o objetivo de reduzir riscos, maximizar oportunidades e avançar na cadeia de valor da indústria de alimentos. 

De acordo com a companhia, a Minerva pretende investir US$ 3 milhões na Traive, na nova rodada de captações (Series A) da startup, que totalizará US$ 15 milhões.

A Traive foi fundada em 2018 e com o apoio de inteligência artificial e análise avançada de dados, busca oferecer um conjunto de soluções financeiras, como crédito, seguros e outros serviços, para produtores rurais de pequeno e médio porte. Com o suporte de algoritmos e ferramentas de machine learning e big data, a companhia atua no desenvolvimento de modelos de crédito para o setor agrícola.

Veja mais:

Movida (MOVI3)

A Movida confirmou a reabertura de seus bonds com compromissos de sustentabilidade, por meio da sua subsidiária Movida Europe, precificados a um valor total de US$ 300 milhões. Os bonds foram emitidos originalmente no começo do ano, em montante de US$ 500 milhões, e pagam juros de 5,250% ao ano, com vencimento em 8 de fevereiro de 2031. A informação foi antecipada mais cedo pelo Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

As notes representam uma emissão adicional e serão consolidadas e formarão uma única série com a emissão anterior de 8 de fevereiro de 2021, no valor de US$ 500 milhões. Após a liquidação desta oferta, que é prevista para ocorrer em 15 de setembro de 2021, o valor principal total em aberto das notas de 5,250% da Movida Europe S.A. com vencimento em 2031 será de US$ 800 milhões.

Os recursos captados por meio das bonds serão utilizados para fins corporativos em geral, inclusive despesas de capital (Capex) e ao refinanciamento endividamento existente, segundo o fato relevante da companhia.

A Movida atraiu demanda de US$ 800 mi ao anunciar a reabertura de seus bonds com compromissos de sustentabilidade, apurou o Broadcast.

Santander (SANB11) 

O Santander Brasil anunciou nesta quarta-feira a compra da imobiliária online Apê11, ampliando a aposta no segmento de financiamento de imóveis.

O acordo, por valor não revelado, envolve compra de ações e aumento de capital e dará ao banco uma fatia de 90% na startup.

“A plataforma digital nos permitirá acelerar o desenvolvimento de soluções integradas do mercado imobiliário”, afirmou o diretor de negócios imobiliários do Santander Brasil, Sandro Gamba, em nota.

Ambipar (AMBP3)

A Ambipar anunciou nesta quinta-feira uma nova aquisição no Canadá, da empresa Lynx Creek Industrial & Hydrovac, através de sua controlada integral indireta Ambipar Holding Canadá Inc.. O valor do negócio não foi informado. Esta é a décima aquisição da companhia na América do Norte, que passa a contar com 24 bases na região e com presença em 12 Estados. Na quarta-feira, a empresa já havia anunciado a compra da Emerge Hydrovac Inc..

Segundo a Ambipar, a empresa adquirida tem 11 anos de know how e atua em atendimentos de emergências ambientais e serviços industriais,com foco nos modais, rodoviário e industrial. Possui uma base operacional no estado de British Columbia no Canadá e faturou nos últimos 12 meses 4,5 milhões de dólares canadenses.

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa afirma que a Lynx, neste momento, torna-se Ambipar Response, que agora conta com a gestão estratégica e estrutura do Grupo Ambipar para impulsionar o seu crescimento no mercado Norte Americano.

Braskem (BRKM5)

A Braskem comunicou nesta quinta-feira acordo com a petroquímica tailandesa SCG Chemicals envolvendo estudos para investir em conjunto em uma nova fábrica de desidratação de bioetanol na Tailândia.

De acordo com a empresa brasileira, caso o projeto seja implementado, a unidade deverá estar localizada em Map Ta Phut, Rayong, Tailândia, dentro do complexo petroquímico da SCG para produzir bioetanol e o polietileno I’m Green bio-based (“PE”).

A Braskem disse que contribuiria com sua tecnologia e know-how no processo de desidratação de etanol e experiência em marketing de PE I’m Green™ bio-based, enquanto a SCG Chemicals utilizaria suas unidades de PE e expertise de produção para fabricar o PE I’m Green bio-based para o Projeto, além de contribuir com seu conhecimento do mercado de PE na Ásia.

A execução do investimento está sujeita à conclusão dos estudos acima mencionados, acordo mútuo entre Braskem e SCG Chemicals e aprovação pelos órgãos de governança competentes.

O memorando de entendimento para realizar os estudos de viabilidade da nova planta foi assinado pela subsidiária Braskem Netherlands B.V. com a SCGChemicals.

*Com Reuters e Estadão Conteúdo

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas