Jeff Bezos faz aporte de US$ 45 milhões em fintech brasileira

É a primeira vez que o empresário faz um investimento no Brasil

O fundador da Amazon, Jeff Bezos, fez um aporte de US$ 45 milhões, o que equivale a R$ 212 milhões, na fintech brasileira Stark Bank, conforme informou a companhia na segunda-feira (11). É a primeira vez que o empresário faz um investimento no Brasil.

Com uma fortuna aproximada em US$ 170 bilhões, a segunda pessoa mais rica do mundo realizou a participação por meio de sua empresa pessoal, a Bezos Expeditions. Ribbit Capital, que liderou a rodada, SEA Capital, Lachy Groom e K5 Global também participaram da movimentação.

O foco da fintech Stark Bank, que é avaliada em US$ 1 bilhão e considerada um “unicórnio”, é oferecer serviços bancários voltados para tecnologia em startups. Dentre os produtos disponibilizados estão: cash management, cartão corporativo, fluxo customizado de aprovação de pagamentos, gestão por centro de custos, folha de pagamentos e gestão de cobrança via boleto e Pix.

Atualmente, Quinto Andar, Loft, Buser, Isaac, Bitso, Daki, Colgate e mais 300 companhias compõe o grupo de Stark Bank.

Em dezembro do ano passado, o “unicórnio” acumulou cerca de US$ 13 milhões liderado por Lachy Groom (ex-Stripe) com a participação dos fundadores da Coinbase, Dropbox, Flexport, Figma, Rappi, dLocal, Wildlife e Slack.

Próxima estratégia da fintech

Diante de aporte, a fintech planeja criar a Stark Infra, uma nova linha de negócios focados em fintechs e instituições financeiras.

De acordo com a companhia, a Stark Infra disponibilizará APIs (interface de programação) para participantes diretos e indiretos do Pix, Card as a Service (CaaS) e emissão de CCBs (Cédula de Crédito Bancário).

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas