“A China está bancando neutralidade prol Rússia”, diz professor sobre a guerra na Ucrânia

O professor destacou que antes da invasão acontecer, Putin e Xi Jinping firmaram um acordo de fornecimento de gás chinês

O professor de relações internacionais na UniCuritiba, Andrew Traumann, destacou que a China, em relação ao conflito entre Rússia e Ucrânia, está neutra, porém junto à Rússia. “A China está bancando neutralidade prol Rússia”, disse.

Nesse sentido, Traumann afirmou que a China se coloca neutra, mas está vetando qualquer tipo de resolução que seja contra os interesses russos. 

Portando, o professor ainda recordou que antes da invasão russa começar, Vladimir Putin e Xi Jinping assinaram um acordo de fornecimento de gás chineses no valor superior a US$ 400 bilhões. “A China está neste momento relativamente confortável”.

Sendo assim, Traumann alertou que a guerra não é boa para os negócios, portanto, não é benéfica para a China a longo prazo. “No primeiro momento a china pode até segurar as pontas para a Rússia, mas a longo prazo já não sei”, disse o professor.

Por fim, o professor de relações internacionais afirmou que se a guerra se prolongar, a China tem uma política externa muito pragmática e ela jamais romperá com o Ocidente  por causa da Rússia.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas