Bolsas da Ásia fecham majoritariamente em baixa, com tensões na Ucrânia

Além da questão geopolítica, os últimos dados de crescimento do Japão vieram abaixo das expectativas

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em baixa nesta terça-feira, 15, ainda pressionadas por tensões geopolíticas entre Ucrânia e Rússia. O índice japonês Nikkei caiu 0,79% em Tóquio hoje, a 26.865,19 pontos, enquanto o Hang Seng recuou 0,82% em Hong Kong, a 24.355,71 pontos, o sul-coreano Kospi teve queda de 1,03% em Seul, a 2.676,54 pontos, e o Taiex registrou perda de 0,25% em Taiwan, a 17.951,81 pontos.

O apetite por risco na Ásia é prejudicado por temores de que a Ucrânia seja invadida pela Rússia. Moscou já deslocou mais de 130 mil soldados russos para áreas próximas à fronteira com o país vizinho. EUA e aliados ocidentais, por sua vez, ameaçam impor sanções à Rússia se a agressão se concretizar.

Além da questão geopolítica, os últimos dados de crescimento do Japão vieram abaixo das expectativas.

Driblando o mau humor na região asiática, as bolsas chinesas tiveram desempenho positivo nesta terça, ajudadas por fabricantes de bebidas alcoólicas que estão faturando em meio à Olimpíada de Inverno de Pequim. O Xangai Composto subiu 0,50%, a 3.446,09 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 1,35%, a 2.283,63 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana seguiu o tom predominante da Ásia, e o S&P/ASX 200 caiu 0,51% em Sydney, a 7.206,90 pontos.

Compartilhe:

Matérias relacionadas