Produção da indústria da zona do euro cai em junho pela 1ª vez em 2 anos, mostra PMI

O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) da S&P Global caiu para 52,1

 A produção industrial da zona do euro caiu no mês passado pela primeira vez desde a onda inicial da pandemia do coronavírus há dois anos, pois os preços mais altos e as perspectivas econômicas sombrias mantiveram os consumidores desconfiados de fazer compras, mostrou uma pesquisa.

O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) da S&P Global caiu para 52,1 em junho em relação a 54,6 de maio, seu valor mais baixo desde agosto de 2020, mas pouco acima da leitura preliminar de 52,0.

O subíndice que mede a produção foi abaixo da marca de 50 que separa o crescimento da contração, para a mínima de dois anos de 49,3. Em maio ele alcançou 51,3.

“A indústria da zona do euro entrou em declínio em junho, com a produção caindo pela primeira vez em dois anos em meio a uma queda acentuada na demanda”, disse Chris Williamson, economista chefe de negócios da S&P Global.

“A demanda está agora enfraquecendo à medida que as empresas relatam que os clientes estão cada vez mais cautelosos em relação aos gastos devido ao aumento dos preços e às perspectivas econômicas incertas.”

O subíndice de novas encomendas caiu ainda mais abaixo do ponto de equilíbrio para 45,2, de 48,7, seu ponto mais baixo desde maio de 2020. Os consumidores têm evitado as compras devido à alta dos preços e aos receios de recessão.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas