PETR4: “hoje eu prefiro muito mais Vale (VALE3) do que Petrobras”, diz professor

Wagner Caetano destacou que até mesmo os bancos são mais negócio do que a Petrobras

Diante do aumento dos combustíveis, renúncia de José Mauro Coelho e eleições, o professor da Top Traders, Wagner Caetano, avaliou o cenário para as ações da Petrobras (PETR4).

“Hoje, eu prefiro muito mais Vale (VALE3) do que Petrobras. Eu acho que o risco da Petrobras não se justifica. Com o minério a US$ 115 e a Vale no patamar em que está, se o minério voltar, por exemplo, para US$ 150, a gente pode ter uma alta de 25%, 30% na Vale”, avaliou em entrevista à BM&C News.

Avaliando a estatal, Caetano classificou como uma “incógnita da Bolsa”. “Se o petróleo cair no exterior para US$ 100, que é o que eu acho que vai acontecer, a Petrobras pode até não desabar, porque está muito descontada, mas ela não vai subir”, pontuou.

Com isso, o professor disse que, em sua avaliação, a própria Vale, Usiminas, CSN, Cemig, Gerdau ou até mesmo os próprios bancos são mais negócio do que a Petrobras.

“Mas tem um porém: se não tiver CPI da Petrobras tem prêmio de risco, ela sobe. Também estão falando em mudar Lei de Estatal, se arrefecer esse driver ela sobe”, avaliou.

No entanto, o especialista destacou que não trabalharia vendido no ativo. “Entre a compra e a venda, eu compraria, mas hoje eu prefiro empresas ligadas ao setor financeiro e ametais, falando de blue chips”, finalizou.

WhatsApp Image 2022 06 21 at 15.08.11

Quer ter mais informações do mercado financeiro? Acompanhe nossa programação ao vivo:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas