“Petrobras está abusando do repasse de preço internacional”, avalia Eduardo Cunha

O ex-deputado falou sobre a preço do frete que está sendo colocado no total que é consumido no país

Durante participação na transmissão ao vivo da BM&C News, o ex-deputado federal, Eduardo Cunha, comentou sobre o cenário da Petrobras (PETR3;PETR4), diante do aumento de preço dos combustíveis, e pontuou que a estatal está abusando do repasse de preço internacional.

“Não se trata nem de interferir na paridade, trata-se de uma outra história: os abusos que a Petrobras pratica, como por exemplo o frete que cresceu assustadoramente e está sendo colocado no preço da quantidade de total que é consumido no país”, disse.

Cunha questionou que se a Petrobras, por exemplo, importou 75 mil barris por dia de diesel e 21 mil de gasolina diariamente no primeiro trimestre de 2022, porque terá de ser colocado o custo do frete nos outros 700 mil que a Petrobras produz de diesel e nos outros 400 mil que a estatal produz de gasolina? “Isso tem que ter controle”, destacou.

“Se ela [Petrobras] fizesse o custo médio do que produz, ela continuaria vendendo com muito lucro sem precisar passar a integralidade da correção cambial para o processo de preço”, afirmou.

Confira a análise na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas