IPC-Fipe sobe 0,42% em maio

A maior influência positiva veio de Despesas Pessoais, cujos custos subiram 2,18% em maio, acelerando ante alta de 1,71% no mês anterior

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de São Paulo desacelerou a alta a 0,42% em maio, depois de subir 1,62% em abril, uma vez que os custos de Habitação registraram queda.

De acordo com os dados informados nesta quinta-feira pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), os preços de Habitação tiveram forte impacto negativo no índice do mês ao apresentarem recuo de 1,18%. Em abril esse grupo havia subido 0,44%.

Por outro lado, a maior influência positiva veio de Despesas Pessoais, cujos custos subiram 2,18% em maio, acelerando ante alta de 1,71% no mês anterior.

Os preços de Alimentação também se destacaram, com avanço de 1,15%, embora tenham desacelerado depois de subir 3,38% em abril.

O IPC-Fipe mede as variações quadrissemanais dos preços às famílias paulistanas com renda mensal entre 1 e 10 salários mínimos.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas