“Corrupção drena recursos públicos e prejudica a economia”, afirma Deltan Dallagnol

O ex-procurador da Lava-Jato comentou sobre corrupção e Lava-Jato em entrevista exclusiva à BM&C News

O ex-procurador da Lava-Jato, Deltan Dallagnol, comentou, em entrevista exclusiva à BM&C News, nesta quinta-feira (2), sobre o ranking de países corruptos na qual o Brasil está inserido. “O que a gente constatou na Lava-Jato foi que corrupção drena recursos públicos, os serviços essenciais, prejudica a economia e a corrupção com frequência ainda aparece aliada à ineficiência econômica”, disse.

Na sequência, o ex-procurador explicou o motivo desse cenário ser ruim para a economia do país: “Quem vai investir no Brasil quando você tem um estágio de insegurança? Quando você investe em uma empresa, mas você não sabe se no dia seguinte ela não vai aparecer envolvida em um grande escândalo de corrupção e vai correr o risco de quebrar. Isso diminui a confiança do investidor e diminui os investimentos no Brasil”, pontuou.

Com isso, a Solução, de acordo com Dallagnol, é ter mais Estados de Direito, como ocorre nos Estados Unidos. “Ninguém pode estar acima da lei, todos devem estar em pé de igualdade. Isso é República”, comentou.

Confira a análise na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas