“Condenação de Daniel Silveira teve uma série de erros procedimentais e materiais”, afirma Deltan Dallagnol

Entre os erros mencionados, Dallagnol destacou que um juiz considerado vítima não pode julgar o suposto criminoso

O ex-procurador da Lava-Jato, Deltan Dallagnol, comentou, em entrevista exclusiva à BM&C News, sobre o induto de Daniel Silveira dado pelo presidente, Jair Bolsonaro. “A condenação de Daniel Silveira teve uma série de erros procedimentais e erros materiais, ao meu ver”, disse nesta quinta-feira (2).

Entre os erros mencionados, Dallagnol destacou que um juiz considerado vítima não pode julgar o suposto criminoso. “Ao meu ver, o Supremo Tribunal Federal (STF) entrou em modo vingança. Veja que Daniel Silveira foi condenado a mais de oito anos de prisão por um crime de palavra”, avaliou.

Por fim, de modo geral, o ex-procurador ressaltou que é necessário que haja punição das pessoas que praticam crime no Brasil, seja por corrupção ou qualquer outro. “A gente precisa ter um sistema que funcione, que defenda o direito dos réus, mas que ao mesmo tempo seja eficiente”, pontuou.

Confira a entrevista na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas