Confiança da zona do euro mal fica estável em maio, expectativas de inflação diminuem

As expectativas de inflação dos consumidores, que atingiram um recorde histórico em março, continuaram a cair, recuando de 50,0 em abril para 45,6 em maio

O sentimento econômico da zona do euro ficou praticamente estável em maio, pois o otimismo um pouco maior nos serviços e entre os consumidores compensou a redução da confiança na indústria, de acordo com dados divulgados nesta segunda-feira.

A pesquisa mensal da Comissão Europeia mostrou que o sentimento econômico nos 19 países que compartilham o euro subiu de 104,9 em abril para 105,0 em maio. Economistas consultados pela Reuters esperavam uma leitura de 104,9 em maio.

O sentimento na indústria caiu para 6,3 pontos de 7,7 em abril, mas o otimismo em serviços, o maior setor da economia, subiu de 13,6 em abril para 14,0. A confiança dos consumidores melhorou de -22,0 para -21,1.

As expectativas de inflação dos consumidores, que atingiram um recorde histórico em março, continuaram a cair, recuando de 50,0 em abril para 45,6 em maio.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas