Destaques da Bolsa: ações da Petrobras caem quase 3%; PetroRio (PRIO3) sobe 3,90%

Confira os destaques desta terça-feira (24)

O Ibovespa fechou em leve alta, nesta terça-feira (24), apagando na última hora as fortes perdas de mais cedo.

O principal índice da bolsa brasileira avançou 0,21%, aos 110.580,79 pontos.

Os papéis da Petrobras (PETR3;PETR4) caíram mais de 2,80%, após nova troca de comando da estatal.

Vale (VALE3) subiu 1,35%, CSN (CSNA3) avançou 1,60% e Gerdau (GGBR4) ganhou 1,29%, enquanto Usiminas (USIM5) recuou 0,09%.

CVC (CVCB3) teve queda de 6,30%, Azul (AZUL4) caiu 5,78%, Gol (GOLL4) desvalorizou 4,01% e Embraer (EMBR3) perdeu 5,61%. 

PetroRio (PRIO3) subiu 3,90% e 3R Petroleum (RRRP3) avançou 3,39%.

A sessão também foi positiva para as ações de energia elétrica: CPFL Energia (CPFE3) teve alta de 2,49%, Energisa (ENGI11) valorizou 2,85%, Equatorial (EQTL3) ganhou 3,56% e Taesa (TAEE11) subiu 2,35%. 

Maiores altas: PetroRio (PRIO3) +3,90%, Equatorial (EQTL3) +3,56%, 3R Petroleum (RRRP3) +3,39%, SLC Agrícola (SLCE3) +3,26% e Energisa (ENGI11) +2,85%. 

Maiores baixas: CVC (CVCB3) -6,30%, Azul (AZUL4) -5,78%, Embraer (EMBR3) -5,61%, Americanas (AMER3) -4,94% e Dexco (DXCO3) -4,48%.

Confira os destaques desta terça-feira:

Petrobras (PETR3;PETR4) 

O Ministério de Minas e Energia anunciou na noite desta segunda-feira (23) que José Mauro Ferreira Coelho foi dispensado da presidência da Petrobras

Coelho sai após 40 dias no cargo. Ele foi o terceiro presidente da estatal no governo do presidente Jair Bolsonaro (PL). Os dois anteriores, também demitidos, são Roberto Castello Branco e Joaquim Silva e Luna.

Caio Paes de Andrade foi convidado para substituir Coelho no comando da Petrobras. Andrade é hoje secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital no Ministério da Economia e próximo ao ministro Paulo Guedes.

A indicação precisa ser aprovada pelo Conselho de Administração da Petrobras.

Embraer (EMBR3)

A fabricante de aeronaves Embraer disse nesta terça-feira que não há previsão contratual para nova redução na encomenda de aviões cargueiros KC-390 pela Força Aérea Brasileira (FAB), segundo comunicado ao mercado.

A fabricante disse que tomou conhecimento da intenção da União de reduzir unilateralmente de 22 para 15 o número total de aeronaves previstas em dois contratos firmados em 2014.

A nova diminuição de encomendas foi noticiada na véspera pelo jornal O Globo, que citou declaração do comandante da FAB, brigadeiro Carlos de Almeida Baptista Júnior. Procurada na segunda-feira, a Embraer tinha dito apenas que “possui contrato com a FAB para o fornecimento de 22 unidades”, sem mais detalhes.

CPFL Energia (CPFE3)

A CPFL informou na véspera a entrada em operação de linhas de transmissão e de subestação em empreendimento no Ceará. O setor também mantinha a votação sobre o ICMS no radar.

Com Reuters

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas