Presidente da Ucrânia propõe acordo formal para Rússia pagar indenização

Zelenskiy afirmou que tal acordo mostraria às nações que planejam atos agressivos que teriam que pagar por suas ações

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, propôs nesta sexta-feira um acordo formal com os aliados do país para garantir uma indenização da Rússia pelos danos que as forças de Moscou vêm causando na Ucrânia durante a guerra.

Zelensky, que diz que a Rússia está tentando destruir o máximo possível da infraestrutura da Ucrânia, afirmou que tal acordo mostraria às nações que planejam atos agressivos que teriam que pagar por suas ações.

“Convidamos os países parceiros a assinar um acordo multilateral e criar um mecanismo que garanta que todos que sofreram com as ações russas possam receber compensação por todas as perdas sofridas”, disse ele em um discurso em vídeo.

Segundo Zelensky, sob tal acordo, os recursos e propriedades russos nas nações signatárias seriam confiscados. Eles seriam então direcionados para um fundo de compensação especial.

“Isso seria justo. E a Rússia sentirá o peso de cada míssil, cada bomba, cada projétil que disparou contra nós”, declarou.

O Canadá disse no mês passado que mudaria sua lei de sanções para permitir que ativos estrangeiros apreendidos e sancionados sejam redistribuídos como compensação às vítimas ou para ajudar na reconstrução de um Estado estrangeiro vítima de guerra.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas