NUBR33: “Ativo ainda não apresenta nenhum sinal de reversão”, afirma analista técnico

Os próximos alvos de queda pelas extensões de Fibonacci, projetados pelo especialista, estão em R$ 2,78  e R$ 2,06

O Nubank (NUBR33) anunciou nesta quinta-feira (19) que seus clientes pessoa jurídica poderão aceitar pagamentos com cartões sem necessidade de um terminal, em estratégia do banco digital para ampliar iniciativas de conquista de pequenos e médios empreendedores.

Em entrevista à BM&C News, o analista técnico da Kinvo, Beto Assad, comentou sobre os papéis da fintech: “Apesar do IFR bem baixo, próximo de 17, o ativo ainda não apresenta nenhum sinal de reversão”.

Os próximos alvos de queda pelas extensões de Fibonacci, projetados pelo especialista, estão em R$ 2,78  e R$ 2,06.

“O ativo é relativamente novo, uma vez que a média de 21 períodos apareceu apenas no final de abril no gráfico semanal. De qualquer maneira, os DRs do banco Nubank produziram um pivot de baixa ao perder a região dos R$ 5,80 em março, e na semana passada alcançaram o primeiro alvo de Fibonacci, na projeção de 38,2% aos R$ 3,50”, afirmou.

Resultados de Nubank (NUBR33)

O Nubank registrou prejuízo líquido de US$ 45,1 milhões no primeiro trimestre de 2022, queda de 9% em relação ao prejuízo de US$ 49,4 milhões no 1T21. 

Já na base ajustada, o grupo financeiro reportou lucro líquido de US$ 10,1 milhões, contra resultado negativo de US$ 13,1 milhões no mesmo período do ano passado.

xpobNqwB6oVjUXFnBEkW6KdGj hRTBdOEmhv lqALuorIVuUgTUX jmsoj9zJSKdKoR0wBmLHd7H0ajB93vE9WGWsJG5v6 0i4LTtf7onmB79RKEv1UhoRPGUmveDkZ

Quer ter mais informações do mercado financeiro? Acompanhe nossa programação ao vivo:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas