Zona do euro registra déficit comercial recorde em março por energia

O valor não ajustado das importações em março disparou 35,4% em relação ao ano anterior, disse a Eurostat, enquanto o valor das exportações subiu apenas 14,0%

A balança comercial da zona do euro registrou déficit recorde em março, segundo dados divulgados nesta segunda-feira, devido aos custos crescentes da energia importada.

A agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, informou que os 19 países que usam o euro registraram um déficit comercial de 16,4 bilhões de euros em março, em dado não ajustado para oscilações sazonais, contra superávit de 22,5 bilhões em março de 2021.

Ajustado para oscilações sazonais, o déficit comercial da zona do euro foi ainda maior, de 17,6 bilhões de euros em março – o maior déficit comercial registrado desde que os dados da Eurostat começaram em 1999.

O valor não ajustado das importações em março disparou 35,4% em relação ao ano anterior, disse a Eurostat, enquanto o valor das exportações subiu apenas 14,0%.

A mudança no valor das importações de energia foi o maior destaque, com o déficit no comércio de energia quase triplicando para 128,7 bilhões de euros nos primeiros três meses do ano.

O déficit comercial da União Européia com a Rússia – seu principal fornecedor de energia – mais do que quadruplicou de 10,8 bilhões de euros no mesmo período de 2021 para 45,2 bilhões de euros no primeiro trimestre.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas