Índices futuros dos EUA caem, resultados de Magalu (MGLU3), Itaúsa (ITSA4) e o que move o mercado hoje

No Brasil, as ações de commodities podem sofrer o abalo da desaceleração na China

Os índices futuros dos Estados Unidos registram queda nesta segunda-feira (16) enquanto investidores atentos aos mercados internacionais, principalmente com a China reportando números abaixo do esperado das estimativas, mesmo com uma reabertura gradual do comércio a partir de hoje.

Os mercados europeus operam mistos neste início de semana, uma vez que a Finlândia anunciou que irá se inscrever para ingressar na aliança militar da Otan, que representa um movimento histórico para o país nórdico, que adota uma política de neutralidade militar há décadas. Apesar disso, a Rússia já havia ameaçado tomar “medidas de retaliação” caso a tentativa de adesão de fato ocorra.

No Brasil, as ações de commodities podem sofrer o abalo da desaceleração na China. Além disso, a temporada de balanços do primeiro trimestre deste ano se encaminha para o seu último grande dia, com importantes divulgações de Magazine Luiza (#MGLU3), Eletrobras (#ELET3; #ELET6) e Itaúsa (#ITSA4).

Entre os indicadores, o IPC-S da segunda quadrissemana de maio de 2022 variou 0,41% e acumula alta de 10,17% nos últimos 12 meses, conforme mostram dados da Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta segunda-feira (16). Nesta apuração, cinco das oito classes de despesa componentes do índice registraram decréscimo em suas taxas de variação, com o grupo Habitação apresentando a maior contribuição, passando para -2,98% na segunda quadrissemana de maio de 2022.

A balança comercial da zona do euro registrou déficit recorde em março, segundo dados divulgados nesta segunda-feira, devido aos custos crescentes da energia importada.

Bolsas na Ásia

As ações da China terminaram em baixa nesta segunda-feira depois que dados mostraram que a atividade econômica do país esfriou drasticamente em abril devido aos lockdowns contra a Covid-19, com os investidores deixando de lado plano de reabertura de Xangai em junho e um corte na taxa de empréstimo para compradores de moradias de primeira viagem.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 0,8% no dia, enquanto o índice de Xangai teve perda de 0,34%.

O índice de Hong Kong Hang Seng subiu 0,26%, enquanto o China Enterprises Index teve alta de 0,3%.

As vendas no varejo da China caíram 11,1% em abril em relação ao ano anterior, quase o dobro da queda projetada, enquanto a produção industrial teve queda de 2,9%, em comparação com a previsão de analistas de um ligeiro aumento.

Agenda econômica

▪️ BRASIL: Balanços de Agrogalaxy, Banco Inter, Boa Safra Sementes, Eletrobras, Gafisa, Hapvida, IRB, Itaúsa, Magazine Luiza, Nubank e Vibra Energia, após o fechamento do mercado;
▪️ Bélgica: Comissão Europeia divulga projeções econômicas de primavera (6h);
▪️ Zona do euro/Eurostat: balança comercial de março (6h);
▪️ FGV: IPC-S da 2ª quadrissemana de maio (8h);
▪️ Roberto Campos Neto participa de encontro promovido pelo BIS por videoconferência (9h);
▪️ EUA/Fed de NY: índice de atividade industrial Empire State de abril (9h30);
▪️ EUA: Presidente do Fed de NY, John Williams, participa de debate antes da Conferência e Exposição Mercados de Capitais da Associação Secundária de Banqueiros Hipotecários (9h55);
▪️ Reino Unido: Presidente do BoE, Andrew Bailey, e dirigentes do BoE Dae Ramsden, Jonathan Haskel e Michael Saunders testemunham em Comitê do Tesouro no Parlamento (11h15).

*Com BM&C Now, BDM e Reuters

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas