Hapvida (HAPV3) tem prejuízo de R$182 mi no 1º tri

As ações da Hapvida ficaram entre as maiores quedas do dia, encerrando em baixa de 2,2%, enquanto o Ibovespa subiu 1,22%

O grupo de medicina e planos de saúde Hapvida (HAPV3) teve prejuízo líquido consolidado de 182 milhões de reais no primeiro trimestre, revertendo desempenho positivo de 152 milhões obtido um ano antes, segundo balanco divulgado nesta segunda-feira.

Os números incluem os dados da NotreDame Intermédica, rival incorporada pela Hapvida em meados de fevereiro deste ano.

A empresa apurou um resultado operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de 414 milhões de reais de janeiro a março, queda de 11,3% no compartativo anual.

Analistas, em média, esperavam que a Hapvida apresentasse Ebitda de 713 milhões de reais, segundo dados da Refinitiv.

As ações da Hapvida ficaram entre as maiores quedas do dia, encerrando em baixa de 2,2%, enquanto o Ibovespa subiu 1,22%.

A sinistralidade total, importante indicador de desempenho de um grupo de planos de saúde, disparou 11,3 pontos percentuais no trimestre sobre um ano antes, para 76,9%. O indicador da Intermédica ficou em 83%, considerando fevereiro e março, enquanto o índice da Hapvida isoladamente subiu 5,9 pontos, para 71,4%.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas