Presidente executivo da Abicom explica sobre preço de paridade de importação dos combustíveis

O paridade é composta pelo preço dessas commodities no mercado internacional somada às despesas logísticas

O presidente executivo da Abicom, Sérgio Araújo, em participação ao BM&C Market, explicou como funciona e como se aplica o preço de paridade de importação dos combustíveis.

Araújo explicou que o preço de paridade de importação se aplica quando o país é deficitário em determinada commodity, portanto, a forma de se precificar commodity num país que é deficitário na sua produção, é a paridade internacional.

Nesse sentido, o presidente da Abicom afirmou que a paridade é composta pelo preço dessas commodities no mercado internacional somada às despesas logísticas necessárias para trazer esse produto para os portos nacionais.

“Já tem algum tempo que os preços praticados pela Petrobras estão abaixo da paridade inviabilizando essas operações de importação”, finalizou o presidente da Abicom.

Confira a análise na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Matérias relacionadas