Abono salarial: Trabalhadores que “esqueceram” de sacar benefício ainda pode solicitar; veja se você tem direito

Não sacaram o abono cerca de 320.423 trabalhadores, no valor total de R$ 208,5 milhões, de acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência

Para os trabalhadores que não sacaram o abono salarial PIS/Pasep de ano-base de 2019 ou 2020 e ainda queiram fazer a liberação do benefício tem o prazo máximo de até 29 de dezembro deste ano para solicitar o dinheiro.

Neste caso, o pedido de liberação do valor deverá ser feito para o Ministério do Trabalho e Previdência, a partir de 31 de março, quando terminou os pagamentos referentes ao calendário do ano-base 2020, por meio do e-mail trabalho.uf@economia.gov.br ou presencialmente.

Se o trabalhador não retirar o montante até o prazo estipulado, após feito o pedido de reemissão, o novo saque somente poderá ser realizado novamente no calendário do próximo ano.

Nessa etapa, o valor foi liberado para saque entre julho de 2019 e junho de 2020. Não sacaram o abono cerca de 320.423 trabalhadores, no valor total de R$ 208,5 milhões, de acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência.

Quem tem direito ao abono salarial?

Trabalhadores com carteira assinada que receberam até dois salários mínimos (R$ 1212) e exerceram atividade remunerada ao menos por 30 dias no ano base estão elegíveis a receber o abono salarial PIS/Pasep.

Além disso, é necessário que o beneficiário esteja inscrito no PIS/Pasep ao menos por cinco anos e com os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) ou eSocial, conforme categoria da empresa.

Como consultar benefício?

O trabalhador pode consultar se tem direito ao benefício por meio do aplicativo Carteira de Trabalho Digital ou ainda nos canais telefônicos 158.

O PIS é pago pela Caixa Econômica Federal e é destinado aos trabalhadores do setor privado. Já o Pasep é voltado para o setor público e é financiado pelo Banco do Brasil.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas