Destaques da Bolsa: Petrobras (PETR3) sobe 3%; Petz (PETZ3) despenca 12%

Confira os destaques desta sexta-feira (6)

O Ibovespa opera em queda, nesta sexta-feira (6), à medida que investidores digerem os efeitos de um mercado de trabalho robusto na política monetária dos Estados Unidos. Localmente diversos resultados de empresas estavam em foco.

O principal índice da B3 desvalorizou 0,16% aos 105.135 pontos.

As ações da Petrobras (PETR3;PETR4) subiram 3,78% e 3,28%, respectivamente, após o lucro líquido da estatal avançar a R$ 44,56 bilhões no primeiro trimestre. Também com o balanço trimestral, os papéis do Bradesco (BBDC3;BBDC4) avançaram cerca de 2%.

Lojas Renner (LREN3) teve alta de 5,99% e Alpargatas (ALPA4) ganhou 7,44%. As duas companhias também publicaram os resultados nesta quinta-feira. 

Já Petz (PETZ3) registrou queda de 12,72% em dia negativo para empresas do setor varejista e mesmo após a empresa de produtos e serviços para animais de estimação ver seu lucro líquido ajustado avançar 57,7% no 1T22. Carrefour Brasil (CRFB3) também recuou 7,04%.

Vale (VALE3) tem leve baixa de 0,71%.

Confira os destaques desta sexta-feira:

Petrobras (PETR3;PETR4)

A Petrobras registrou um lucro líquido de R$ 44,561 bilhões no 1T22, resultado que significa uma alta de 3.718%, frente os R$ 1,167 bilhão registrados no 1T21, um ano antes.

Já o lucro recorrente somou R$ 43,347 bilhões, alta de 2.969%, sobre os R$ 1,141 bilhão de um ano antes.

Além disso, o Ebitda da companhia foi de R$ 77,710 bilhões, aumento de 58% em comparação com os resultados do primeiro trimestre de 2021.

Ainda nesta quinta, a Petrobras aprovou o pagamento de dividendos no valor de R$ 3,715490 por ação.

O pagamento ocorrerá em duas parcelas, sendo a primeira em 20 de junho e a segunda em 20 de julho.

Vale (VALE3)

A Vale confirmou que assinou um contrato de longo prazo com a Tesla (TSLA34), para o fornecimento de níquel Classe 1 nos Estados Unidos a partir de suas operações no Canadá.

Em fato relevante divulgado na manhã desta sexta-feira (6), a empresa brasileira informa que o acordo está em linha com a estratégia da companhia de ampliar a exposição à indústria de veículos elétricos, alavancando a baixa pegada de carbono.

“Temos o prazer de ter a Tesla, líder em produção de veículos elétricos, entre nossos clientes” disse Deshnee Naidoo, Vice-Presidente Executiva de Metais Básicos.

Bradesco (BBDC3;BBDC4)

O banco Bradesco reportou lucro líquido recorrente de R$ 6,8 bilhões no primeiro trimestre, aumento de 4,7% em relação ao mesmo período do ano passado.

Já a margem financeira total foi de R$ 17 bilhões, avanço de 9,5% quando comparado com o primeiro trimestre de 2021. 

A carteira de crédito expandida somou R$ 834,5 bilhões, crescimento de 18% em 12 meses.

Carrefour (CRFB3)

O Carrefour Brasil teve lucro líquido ajustado de 421 milhões de reais no primeiro trimestre, praticamente estável frente ao desempenho apurado um ano antes.

A companhia dona também da rede de atacarejo Atacadão apurou uma geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de 1,25 bilhão de reais no período, alta de 13,3% sobre um ano antes. A margem passou de 6,7% para 6,6%.

Engie Brasil (EGIE3)

A Engie Brasil Energia reportou lucro líquido de 645 milhões de reais referente ao primeiro trimestre, alta de 21,9% ante igual período do ano anterior, informou a companhia em balanço nesta quinta-feira.

O Ebitda ajustado alcançou 1,878 bilhão de reais, contra 1,738 bilhão registrado nos três primeiros meses de 2021.

Fleury (FLRY3)

O grupo de medicina diagnóstica Fleury teve lucro líquido ajustado de 110,4 milhões de reais no primeiro trimestre, queda de 6,9% sobre um ano antes.

A companhia também anunciou a aquisição, por 120 milhões de reais, de 100% da rede de infusão de medicamentos e cirurgias de baixa complexidade Saha, ampliando a aposta em serviços complementares ao seu negócio principal.

O resultado operacional da companhia, medido pelo lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda) somou 326,6 milhões de reais de janeiro a março, alta de 14,4% no comparativo anual. Mas a margem Ebitda caiu 1,9 ponto percentual, para 30%.

Embora a receita líquida tenha sido 21,9% maior ano a ano, para o recorde de 1,09 bilhão de reais, a companhia teve um aumento mais acelerado das despesas.

Com Reuters

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas