Emissora chinesa confunde preso com Jack Ma, fazendo a Alibaba perder US$ 26 bilhões

Reação do mercado é sinal de como investidores estão receosos com o setor de tecnologia em apuros da China

A Alibaba, a gigante chinesa de comércio eletrônico co-fundada por Jack Ma, devido uma confusão da mídia chinesa, viu suas ações despencaram  9,4%, na última terça-feira (3), além de um prejuízo de US$ 26 bilhões.

A emissora estatal chinesa CCTV noticiou que um indivíduo de sobrenome “Ma” na cidade de Hangzhou, mesmo local da sede da Alibaba, foi preso por motivos de segurança nacional.

Segundo a emissora, o suspeito foi colocado sob “medidas obrigatórias” em 25 de abril por suspeita de “conluio com forças hostis anti-China no exterior” para “incitar a secessão” e “incitar a subversão do poder estatal”.

No entanto, a CCTV logo revisou a reportagem e evidenciou que o preso noticiado tem um nome de três caracteres, portanto indicando que o alvo das autoridades não era Jack Ma.

Logo, com o esclarecimento da emissora, as quedas dos papéis da Alibaba reduziram e encerraram em baixa de 1,76%.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas