BRF (BRFS3) decepciona mercado com queda de 90% no Ebitda; ação lidera quedas

Os analista já aguardavam resultados ruins neste trimestre, mas a companhia superou o estimado

O mercado, de modo geral, não estimava um bom desempenho da BRF (BRFS3) no primeiro trimestre deste ano, mas os resultados vieram ainda piores do que o esperado.

Com isso, às 10h35 (horário de Brasília) desta quinta-feira (5), as ações da companhia lideram as quedas do dia, caindo 10,25%, a R$ 12,26.

A BRF, companhia que administra a Sadia e Perdigão, com a inflação pressionando os consumidores e elevando os custos operacionais, reportou um volumoso prejuízo no primeiro trimestre.

As perdas reportadas no período foram de R$ 1,58 bilhão, frente a um lucro de R$ 22 milhões registrado no mesmo período em 2022. 

Apesar disso, o resultado mal visto no mercado foi o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado, que chegou a R$ 121 milhões, queda de 90,2% na base anual, 86% abaixo do consenso do mercado.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas