Segundo PMI, com reabertura dos serviços, o crescimento empresarial na zona do Euro tem alta em abril

Lembrando que a leitura da pesquisa acima de 50 significa crescimento, o Índice de Gerentes de Compras subiu para 55,8 em abril em relação aos 54,9 de março, igualando a preliminar

Em pesquisa PMI (Índice de Gerentes de Compras) publicada nesta quarta-feira (04), a atividade empresarial da zona do euro acelerou em abril, uma vez que o setor de serviços do bloco voltou a crescer apesar dos lockdowns.

Assim que as restrições começaram a afrouxar, o setor de serviços do bloco tirou vantagem e conseguiu crescer no último mês.

Lembrando que a leitura da pesquisa acima de 50 significa crescimento, o Índice de Gerentes de Compras subiu para 55,8 em abril em relação aos 54,9 de março, igualando a preliminar. 

“A economia da zona do euro demonstrou uma resiliência surpreendente diante da guerra entre Ucrânia e Rússia, graças a uma renovada explosão da atividade do setor de serviços, já que as medidas de contenção do vírus foram relaxadas ainda mais durante o mês de abril”, disse Chris Williamson, economista-chefe da S&P Global.

Além disso, Chris completou que mesmo com a saída de lockdowns, conseguiu retomar o investimento. O economista tambémo falou que salto da indústria está ligada a alta da demanda tanto no mercado doméstico quanto no de exportações.

O PMI para o setor de serviços saltou de 55,6 para 57,7 no mês passado, sua maior leitura desde agosto. Isso vem depois que o PMI da indústria caiu para uma mínima de 15 meses de 55,5 em abril, de acordo com os dados divulgados segunda-feira.

Com Reuters

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas