Copom eleva a taxa Selic para 12,75% ao ano

Essa é décima alta seguida da taxa. A decisão já era esperada pelo mercado financeiro

O Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, aumentou em 1 ponto percentual a taxa básica de juros, a Selic, nesta quarta-feira (16). Assim, a taxa passa de 11,75% para 12,75% ao ano. Essa é a décima alta seguida da taxa. 

“O Comitê entende que essa decisão reflete a incerteza ao redor de seus cenários e um balanço de riscos com variância ainda maior do que a usual para a inflação prospectiva, e é compatível com a convergência da inflação para as metas ao longo do horizonte relevante, que inclui o ano-calendário de 2023”, diz o comunicado.

De acordo com o Banco Central, o principal objetivo é conter a pressão inflacionária. A invasão da Ucrânia pela Rússia gerou novas pressões inflacionárias no mundo todo.

“As pressões inflacionárias decorrentes da pandemia se intensificaram com problemas de oferta advindos da nova onda de Covid-19 na China e da guerra na Ucrânia”, informa o BC.

A decisão já era esperada pelo mercado financeiro. Segundo a pesquisa Focus, especialistas preveem mais aperto monetário até o fim deste ano, com a Selic chegando a 13,25%.

Além disso, o Copom sinalizou uma alta menor da Selic na próxima reunião. “Passos futuros poderão ser ajustados para assegurar convergência da inflação”.

“Diante do risco de desancoragem mais longa, é apropriado que ciclo de aperto continue avançando”, ressalta o Copom.

Ambientre externo seguiu se deteriorando. O comitê considera no cenário de referência petróleo a US$ 100/barril no fim de 2022.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas