PIB da zona do euro, balanços e o que move o mercado hoje

Outro pontos de atenção dos investidores continua sendo a desaceleração do crescimento global

Os mercados internacionais operam em queda na manhã desta sexta-feira (29), após as divulgações de resultados das empresas de tecnologia, como Amazon, Apple e Intel.

As bolsas da Ásia conseguiram finalizar a semana no azul, impulsionado pelos líderes chineses, que prometerem ampliar esforços para sustentar a segunda maior economia do mundo, que enfrenta sua pior onda de Covid-19 desde o início da pandemia.

Na China continental, o índice Xangai Composto avançou 2,41%, a 3.047,06 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto subiu 3,89%, a 1.878,88 pontos. Além deles, o Hang Seng saltou 4,01% em Hong Kong, a 21.089,39 pontos.

Em outras partes da Ásia, o sul-coreano Kospi avançou 1,03% em Seul, a 2.695,95 pontos, e o Taiex registrou ganho de 1,05% em Taiwan, a 16.592,18 pontos. Já a Bolsa de Tóquio não operou hoje, devido a um feriado nacional no Japão.

Outro pontos de atenção dos investidores continua sendo a desaceleração do crescimento global, além do aumento da inflação e o aperto monetário do Federal Reserve, que poderá aumentar sua taxa de juros na próxima semana.

Na agenda econômica internacional, o PIB dos Estados Unidos decepcionou, mas animou as curvas de juros, indicando que a desaceleração econômica pode ajudar no combate inflacionário.

Hoje de manhã teve a divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro, que cresceu 0,2% no primeiro trimestre de 2022, quando comparado com os três últimos meses de 2021, com uma alta de 5,0% na comparação anual, conforme mostrou dados preliminares da Eurostat, a agência de estatísticas da União Europeia.

As projeções ficaram levemente abaixo do esperado pelo mercado, de 0,3%. A Comissão Europeia já previa um crescimento menor devido à guerra na Ucrânia, que levou aos países do Ocidente à aplicarem sanções contra a Rússia.

O mercado hoje ficará de olho nos números da inflação global, projetando os próximos passos da política monetária do Fed programada para quarta-feira. A noite teremos a divulgação de dados do PMI da China.

BRASIL

No cenário doméstico, o Ibovespa conseguiu emplacar a 2º alta consecutiva, mas na noite de ontem, foi divulgado o aumento da CSLL dos bancos de 20% para 21% e das corretoras de 15% a 16%, o que poderá pressionar o setor financeiro com grande peso no índice.

Na agenda econômica local, o destaque fica para a taxa de desemprego, de olho na atividade econômica. Além disso, a Irani (RANI3) divulgou que registrou lucro líquido de R$ 112,1 milhões no 1T22 e, com isso, quase dobrou ganhos em relação ao 1T21.

Com BM&C Now e Newsletter da BM&C, clique aqui e inscreva-se.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas