“Os principais óleos vegetais estão com um grande desequilíbrio entre oferta e demanda”, diz Alê Delara

O especialista explicou que temos quatro óleos vegetais que são commodities, o óleo de girassol, por exemplo, em que 50% do share pertence à Ucrânia

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) de abril foi de 1,73%, ficando 0,78 ponto percentual (p.p.) acima da taxa de março (0,95%). Os óleos e gorduras subiram 8,18% neste mês no IPCA-15. 

O especialista em commodities, Alê Delara, destacou que os principais óleos vegetais estão com um grande desequilíbrio entre oferta e demanda.

Nesse sentido, o especialista explicou que temos quatro óleos vegetais que são commodities, o óleo de girassol, por exemplo, em que 50% do share pertence à Ucrânia. “Está claro que haverá uma redução de metade desses 50%”.

Em relação à canola, Delara afirmou que o Canadá e a Europa sofreram com muita seca no ano passado, então tirou uma oferta importante do mercado por condição hídrica. 

Já o óleo de soja, de acordo com o especialista, houve uma quebra de produção no Brasil e na Argentina, portanto haverá uma redução na produção do óleo de soja.

Por fim, Delara comentou sobre o óleo de palma que representa o óleo mais importante do mundo, em que estamos passando por um período de suspensão de exportação do principal país produtor que é a Indonésia.

Quer entender tudo o que movimenta o mercado de commodities? 

COMMODITIES – UMA IMERSÃO PARA INVESTIDORES. Aprenda como se expor aos Contratos Futuros, Derivativos e Mercado Internacional.

14 DE MAIO | DAS 9H ÀS 19H

Treinamento presencial e com vagas limitadas na sede da BM&C, em São Paulo. Clique aqui para saber mais.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas