PETZ3: “o mercado de estimação é mais defensivo que redes de supermercados”, diz analista

O analista destacou que essa valorização do mercado se deve a identificação dos animais como membros de estimação

O analista da Levante, Luis Nuin, avaliou o desempenho do mercado de pet como um todo, destacando suas perspectivas para Petz (PETZ3). Com a valorização do mercado, o analista se arriscou a dizer que está entre os mais defensivos no mercado. “Diria que o mercado de estimação é mais defensivo que redes de supermercados”.

O Brasil atualmente é o segundo maior país em termos de números de animais de estimação, em razão de uma grande identificação dos animais de estimação como membros da família,  assim puxa toda uma cadeia, alimentação, acessórios e serviços.

“Vejo isso na prática, a inflação está pesada, e existem pessoas mudando os hábitos de consumo para não mudar o consumo dos animais”, destacou Nuin. 

“Entre todas as empresas que demonstram preocupação com os clientes no relatório, por exemplo, uma das únicas que eu vejo tratando isso de maneira séria e vai conseguir em algum momento entregar efetivamente isso é a Petz”, finalizou o analista.

Confira a análise na íntegra:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas