Conta de luz: veja os reajustes aprovados em cada estado

No último sábado, a conta de luz tem ficado mais barata, com o fim a bandeira de escassez hídrica

Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou durante este ano reajuste tarifário de 7 a 24% nas contas de luz, o que tem deixado uma taxa acima das registradas anteriormente.

Um dos motivos do aumento da tarifa é a alta da inflação. Os reajustes dos contratos de distribuição de energia e compra são medidos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e pelo Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M).

Com isso, tanto no IPCA como no IGP-M, tem deixado os índices acumulados anualmente acima de 10%. Além disso, a correção dos encargos setoriais também contribuem para o aumento da conta de luz.

Vale ressaltar que novos reajustes poderão ser aprovados ao longo do ano.

Além disso, no último sábado, a conta de luz tem ficado mais barata, com o fim a bandeira de escassez hídrica que resultava em uma taxa extra na conta de energia elétrica de R$ 14,20 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. A medida, que encarecia os custos da energia elétrica, estava em vigor desde setembro de 2021.

No entanto, em alguns casos, o novo reajuste pode compensar a correção da taxa.

Abaixo, veja os reajustes médios aprovados pela Aneel durante neste ano em diferentes estados:

aneel

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas