Oi (OIBR3) conclui venda de ativos móveis para TIM (TIMS3), Vivo (VIVT3) e Claro

Segundo o comunicado da Oi, o preço de fechamento da operação foi de R$ 15,9 bilhões

A compra dos ativos de telefonia móvel da Oi (OIBR3) por TIM (TIMS3), Vivo (VIVT3) e Claro foi concluída, nesta quarta-feira (20), informaram as empresas envolvidas na operação. 

Segundo o comunicado, o preço de fechamento da operação foi de R$ 15,9 bilhões. Hoje, as compradoras realizaram o pagamento em dinheiro de R$ 14,5 bilhões. O restante do valor, equivalente a 10% do preço da operação, ficará retido pelas compradoras por até 120 dias para possíveis compensações de valores que a Oi possa ter que vir a pagar às compradoras em função de eventuais ajustes pós-fechamento e de outras obrigações de indenização previstas no contrato.

“A conclusão da operação, nesta data, representa a implementação de uma das etapas mais críticas do Plano de Recuperação Judicial e do Plano Estratégico de Transformação da Oi, visando assegurar à companhia maior flexibilidade e eficiência financeira e sustentabilidade de longo prazo”, diz a Oi em comunicado.

A TIM informou que passou a deter 100% do capital social da SPE Cozani, empresa que corresponde à parte da unidade de ativos, direitos e obrigações da Oi Móvel adquirida pela companhia. O preço referente às ações da SPE Cozani foi de R$ 6,98 milhões, incluindo uma expectativa de posição de caixa líquida na companhia de R$ 51,14 milhões na data de hoje.

De acordo com as empresas, o anúncio acontece após o cumprimento de condicionantes definidas pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Com Reuters

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas