Banco Inter (BIDI11) retoma migração para Nasdaq e detalha opções para acionistas

A incorporação das ações de emissão da companhia pela HoldFin acontecerá pelo valor patrimonial contábil

Em fato relevante, o Banco Inter (BIDI11) comunicou a retomada do processo de reorganização societária para migrar sua base acionária para a Inter&Co, com listagem dos papéis na Nasdaq, em Nova York. Já no Brasil, as negociações seriam apenas a partir de certificados de depósito de valores mobiliários (BDRs).

A incorporação das ações de emissão da companhia pela HoldFin acontecerá pelo valor patrimonial contábil, sucedendo a emissão pela holding. Em favor dos acionistas do Inter titulares de ações ordinárias e preferenciais de sua emissão, sobretudo, os titulares de units, de duas classes de ações preferenciais de emissão da HoldFin obrigatoriamente resgatáveis. 

Logo, serão uma classe resgatável em BDRs conforme a Opção BDRs e a outra classe resgatável em dinheiro, conforme a Opção Cash-Out (“PNs Resgatáveis”).

Para cada seis ações ordinárias e/ou preferenciais de emissão do Inter, será entregue uma PN resgatável de emissão de HoldFin, de acordo com o Banco Inter.

Isto significa que para cada ação ordinária ou preferencial, serão entregues 0,16666666667 PN resgatável e, para cada duas units do Inter, será entregue uma PN resgatáveis de emissão de HoldFin, diz a empresa.

Antes da nova Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para aprovar os termos da proposta, a Inter&Co irá protocolar pedido de registro de emissor estrangeiro e pedido de registro de programa de BDRs Nível II perante a CVM e a B3.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas