Inflação da Argentina vai superar 6% em março, diz ministro da Economia

Os especialistas projetam uma inflação em torno de 60% para o ano de 2022

A inflação ao consumidor da Argentina vai superar 6% em março e alcançar a maior taxa mensal até agora neste ano, disse na segunda-feira o ministro da Economia, Martin Guzmán.

“O índice vai superar 6%, será o (nível) mais alto do ano”, disse ele em entrevista ao canal C5N. “Precisamos acalmar as expectativas para baixar a inflação.”

Pesquisa da Reuters apontou expectativa de alta de 5,8% para os preços ao consumidor em março, contra 5,5% em levantamento do banco central com analistas.

Os especialistas projetam uma inflação em torno de 60% para o ano de 2022.

A terceira maior economia da América Latina fechou recentemente um acordo com o Fundo Monetário Internacional para reprogramar a dívida de 44 bilhões de dólares, mas persistem dúvidas entre analistas sobre o cumprimento de metas.

(Reportagem de Jorge Otaola)

Compartilhe:

Matérias relacionadas