AMER3: Papel enfrenta grande pressão vendedora, diz analista

Beto Assad destacou que a base da lateralização fica na região próxima aos R$ 26,00, e a resistência na faixa de R$ 35,00

O analista técnico da Kinvo, Beto Assad, comentou sobre o gráfico de ações de Americanas (AMER3) nesta terça-feira (12). Para o especialista, a tendência primária é de baixa, dada a posição da média de 21 períodos em relação à média de 200.

“O ativo inclusive, não consegue trabalhar acima da média de 200 dias desde fevereiro do ano passado, mostrando a grande pressão vendedora que o papel enfrenta”, pontuou durante entrevista exclusiva à BM&C News.

Levando em consideração um prazo um pouco menor, Assad disse que pode-se notar constantes cruzamentos entre as médias de 8 e 21 períodos, o que indica um movimento mais lateral.

“Apesar de algumas tentativas de rompimento dessa faixa, tanto para cima quanto para baixo, ela acabou se estabelecendo desde dezembro do ano passado”, avaliou.

Ainda na avaliação, o analista destacou que a base dessa lateralização fica na região próxima aos R$ 26,00, e a resistência na faixa de R$ 35,00. Assim, quanto o ativo permanecer respeitando essa lateralização mais ampla, deve-se procurar sinais de compra próximo aos R$ 26,00.

“Eu só penso em compras acima de R$ 35,00 num pulback após um rompimento bem sucedido dessa região. Por outro lado, se o ativo perder a lateralizarão para baixo, aumenta a chance de teste da mínima do ano, aos R$ 23,09”, concluiu.

XQ1jCeDuXReHJIxGO1xxiRty1VcTLchvb7dXv T6ddWtEc9nlZJ B9rU4vyoYSfWFwW22aCJHBaOX8aEDb3tR7G1gCGqxcx

Quer ter mais informações do mercado financeiro? Acompanhe nossa programação ao vivo:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Matérias relacionadas