Conheça as mulheres mais ricas do Brasil

Confundadoras ou herdeiras de negócios que vão do varejo ao agronegócio, as brasileiras, juntas, somam uma fortuna de US$ 19,1 bilhões, segundo a Forbes

Na semanada passada, a Forbes publicou o seu 36º ranking anual de pessoas mais ricas do mundo, que conta com 2.668 pessoas de diversas nacionalidades, sendo que apenas 327 são mulheres.

Ao todo, 62 brasileiros estão presentes na lista, oito são mulheres. Confundadoras ou herdeiras de negócios que vão do varejo ao agronegócio, as brasileiras, juntas, somam uma fortuna de US$ 19,1 bilhões (R$ 90,5 bilhões), segundo a Forbes. 

Confira a lista das oito mulheres mais ricas do Brasil:

1. Lucia Maggi, 89 anos

Lucia Borges Maggi é cofundadora do Grupo André Maggi, também conhecido como Amaggi, um dos maiores produtores brasileiros de soja e outras commodities. 

Fortuna: US$ 6,9 bilhões (R$ 32,7 bilhões) 

2. Maria Helena Moraes Scripilliti, 91 anos 

Maria Helena Moraes Scripilliti é filha do falecido José Ermírio de Moraes, fundador do Grupo Votorantim, um dos maiores conglomerados do Brasil, do qual ela é herdeira. 

Fortuna: US$ 4,1 bilhões (R$ 19,4 bilhões)

3. Dulce Pugliese de Godoy Bueno, 74 anos

Dulce Pugliese de Godoy Bueno e seu ex-marido Edson de Godoy Bueno, que morreu em 2017, fundaram a empresa de seguros de saúde e assistência médica Amil. Eles se divorciaram posteriormente e ela manteve sua participação de aproximadamente 33% na Amil, que teve IPO em 2007. Pugliese também possui uma participação de 48% na cadeia de laboratórios médicos de capital aberto Dasa.

Fortuna: US$ 1,7 bilhões (R$ 8 bilhões)

4. Ana Lucia de Mattos Barreto Villela, 48 anos 

Seu bisavô fundou o banco Itaú, que se fundiu com o Unibanco em 2008 para formar o maior banco privado da América Latina. Ela se tornou acionista do banco em 1982, aos 8 anos, quando seus pais morreram em um acidente de avião. Ana Lúcia Villela é uma das maiores acionistas individuais da Itaúsa, holding do banco, com cerca de 12% das ações ordinárias e 3% das ações preferenciais. Ela também é acionista da Duratex, fabricante brasileira de painéis de madeira e louças sanitárias fundada por seu avô.

Fortuna: US$ 1,6 bilhões (R$ 7,5 bilhões)

5. Luiza Helena Trajano, 70 anos

Luiza Helena Trajano é presidente do conselho do Magazine Luiza (MGLU3). Trajano tem pouco mais de 17% da empresa, que hoje é presidida por seu filho. Ela começou como aprendiz aos 18 anos na empresa fundada por sua tia, tornou-se CEO em 1991 e liderou a expansão do Magazine Luiza até que se transformasse no gigante do varejo que é hoje.

Fortuna: US$ 1,4 bilhões (R$ 6,6 bilhões)

6. Neide Helena de Moraes, 67 anos

Neide Helena de Moraes é herdeira do  conglomerado industrial brasileiro Grupo Votorantim. Ela é neta do fundador, José Ermírio de Moraes, e herdou 8% da empresa após a morte de seu pai, José Ermírio de Moraes Filho, em 2001. 

Fortuna: US$ 1,3 bilhões (R$ 6,1 bilhões)

7. Anne Werninghaus, 36 anos

Anne Werninghaus é a maior acionista individual da Weg (WEGE3), maior fabricante de motores elétricos da América Latina. A empresa foi fundada por seu avô Geraldo Werninghaus junto com os bilionários Eggon João da Silva e Werner Ricardo Voigt. Werninghaus não trabalha na empresa nem ocupa um cargo no conselho; ela é fundadora da VestesBr, um mercado de moda B2B de curta duração lançado em 2011.

Fortuna: US$ 1,1 bilhão (R$ 5,2 bilhões)

8. Vera Rechulski Santo Domingo, 73 anos

Vera Rechulski Santo Domingo é viúva de Julio Mario Santo Domingo Jr., filho do barão da cerveja colombiana Julio Mario Santo Domingo, que morreu em 2009. Ela controla cerca de 11% da holding da família Santo Domingo, sediada em Luxemburgo, por meio da qual detém ações da multinacional de bebidas Anheuser-Busch InBev. A família também possui uma participação na Château Pétrus, uma vinícola francesa perto de Bordeaux, na França, que produz alguns dos vinhos mais caros do mundo.

Fortuna: US$ 1 bilhão (R$ 4,7 bilhões)

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Matérias relacionadas