Ibovespa recua com inflação de março acima do esperado pelo mercado

O principal índice da B3 tem baixa de 0,24% aos 118.576 pontos

O Ibovespa opera em queda nesta sexta-feira (8), enquanto o mercado repercute dados de inflação acima do previsto no mês de março.

 Às 13h20, o principal índice da B3 tinha baixa de 0,24% aos 118.576 pontos.

Em Nova York, o S&P 500 tem leve alta de 0,28%, o Nasdaq cai 0,65%, enquanto o Dow Jones sobe 0,75%.

Mais cedo, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) informou que a inflação medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) acelerou para 1,62% em março, após ficar em 1,01% em fevereiro.

Esse foi o maior resultado para o mês de março desde 1994 (42,75%), antes da implantação do Real.

O indicador acumula alta de 3,20% no ano e de 11,30% nos últimos 12 meses.

“O índice subiu além do esperado pelo mercado (na média 1,3%), o que deve gerar uma maior pressão para o aumento da taxa de juros. Atualmente, a Selic está em 11,75% e o último boletim Focus previa os juros fechando em 13% a.a”, afirma Fabiano Braun, private banker e sócio da Matriz Capital.

Ainda segundo o IBGE, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) teve alta de 1,71% em março em relação ao mês anterior.

Assim como o IPCA, essa é a maior variação para um mês de março desde 1994,

No campo corporativo, o conselho de administração da Gol (GOLL4) aprovou um aumento de capital entre R$ 948,3 milhões a R$ 2,9 bilhões, de acordo com um comunicado divulgado pela aérea.

Os acionistas da empresa terão direito de preferência para a subscrição de ações. A proposta faz parte de uma parceria já divulgada anteriormente com a American Airlines, que envolve a a aquisição de 5,2% da brasileira pela empresa norte-americana.

Compartilhe:

Matérias relacionadas