Destaques da Bolsa: Via (VIIA3), Americanas (AMER3) e Magalu (MGLU3) lideram baixas

Confira os destaques desta sexta-feira (8)

O Ibovespa fechou em queda, nesta sexta-feira (8), com a inflação de março acima do esperado.

O Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, fechou em queda de 0,45%, cotado a 118.322,26 pontos.

As varejistas lideraram as baixas do índice: Via (VIIA3) caiu 7,93%, Americanas (AMER3) -7,72% e Magazine Luiza (MGLU3) -6,56%. 

Já na outra ponta, as maiores altas do índice foram as ações da Eletrobras (ELET3;ELET6), com +5,30% e +4%, respectivamente. 

Marfrig (MRFG3) também subiu 3,84%, Minerva (BEEF3) +3,30% e JBS (JBSS3) +3,09.

Os papéis da Petrobras (PETR3;PETR4) avançaram 1,09% e 0,50%, respectivamente. Vale (VALE3) teve queda de 2,04%.

Confira os destaques desta sexta-feira:

Gol (GOLL4) 

O conselho de administração da Gol conseguiu um aumento de capital que pode chegar até R$ 2,87 bilhões de reais, como parte de uma parceria já divulgada com a American Airlines, de acordo com um comunicado da companhia aérea brasileira na noite de ontem (07).

A empresa parceira, American Airlines assumiu o compromisso de investir US$ 200 milhões na Gol, assim, no final da operação, a participação da companhia aérea corresponderá a uma participação de aproximadamente 5,3% nos interesses econômicos da Gol.

Os acionistas da Gol terão direito de preferência para a subscrição de ações, com um prazo de um mês (13 de abril até 13 de maio) para o exercício do direito.

Ecorodovias (ECOR3) 

A Ecorodovias informou que o volume de veículos pagantes nas estradas que administra recuou 3,7% no primeiro trimestre ante mesmo período de 2021, após o fim de concessões administradas pela companhia.

A empresa apurou queda de 0,7% no tráfego no mês passado sobre março de 2021.

Todos os sistemas administrados pela Ecorodovias tiveram alta de tráfego em março na comparação anual, com exceção da Ecosul, responsável pelo polo rodoviário de Pelotas (RS) e que registrou retração de 1,8%. No trimestre, a Ecosul mostrou crescimento de 12,2% no tráfego.

Mas os dados de março e do primeiro trimestre deste ano não incluem as concessões Caminho do Mar e Ecocataratas, que tiveram contratos encerrados em novembro passado.

Petrobras (PETR;PETR4)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quinta-feira que a Petrobras não pode virar uma ferramenta de politização e sugeriu que empresas desse tipo valem mais após mudanças de marcos regulatórios e desestatização.

“Nós já sabemos esse caminho, nós não queremos que a Petrobras vire a PDVSA (da Venezuela) um dia, vire uma ferramenta de politização, como virou no passado”, disse.

“A coisa mais importante quando você muda um marco regulatório e desestatiza uma empresa dessas é que vai entrar dinheiro agora em todas as verticais, estamos vendo nessa mobilização da capitalização da Eletrobras”, disse.

Em evento do Bradesco BBI, Guedes afirmou que o programa do governo para eventual novo mandato do presidente Jair Bolsonaro prevê aprofundar tudo que foi proposto na atual gestão.

Para ele, se a companhia for para o Novo Mercado da bolsa de valores brasileira, seu valor será elevado.

Com Reuters

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas