Dívida das empresas brasileiras de capital aberto atinge R$ 1,26 trilhão

A dívida líquida no ano de 2021 é de R$ 758 bilhões e o caixa atinge pela primeira vez valor superior aos R$ 500 bilhões

Em 2021, a dívida das empresas brasileiras de capital aberto atingiu R$ 1,26 trilhão, segundo dados da Economatica. Esse é o maior valor histórico registrado no estudo. 

A dívida líquida no ano de 2021 é de R$ 758 bilhões e o caixa atinge pela primeira vez valor superior aos R$ 500 bilhões.

Ao final de 2021, a dívida de curto prazo das empresas somava R$ 197,6 bilhões, maior valor desde 2010. O caixa era de 2,57 vezes a dívida de CP, que é o segundo melhor registro da amostra, sendo o melhor momento no ano de 2020, com 2,66 vezes.

Já a dívida total bruta no ano passado registrou crescimento de 15,81% com relação a 2020. A dívida líquida era 23,93% superior à de 2020.

Em 2021, o caixa era 5,5% superior àquele de 2020, e a dívida de CP era 9,21%.

dívida empresas
Foto: Economatica

De acordo com o levantamento, em 2021, a relação da dívida bruta vs patrimônio líquido era de 101,52%, que é o segundo maior valor desde 2010. O maior registro foi em 2015, com 104,21%.

De 2017 até 2021, a relação tem crescimento constante, mostra o estudo.

A pesquisa mostra ainda que um dos motivos do crescimento da dívida das empresas de capital aberto era a valorização ou desvalorização do dólar. Existem outros componentes que influenciam a variação do endividamento, como captação de novas dívidas ou pagamento delas.

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas