Destaques da Bolsa: Braskem (BRKM5) tem alta de 7%; Petrobras (PETR4) sobe 5%

Confira os destaques desta quinta-feira (7)

O Ibovespa fechou em alta, nesta quinta-feira (7), puxado pelo avanço das ações da Petrobras.

O principal índice da bolsa brasileira fechou em alta de 0,54%, aos 118.862 pontos.

As ações da Braskem (BRKM5) tiveram alta de 6,96%, após a gestora norte-americana Apollo Capital fazer uma oferta não-vinculante para adquirir a participação da Novonor, segundo o Valor Econômico. 

Os papéis da Petrobras (PETR3;PETR4) também registraram ganhos de 5,01% e 5,19%, respectivamente, com a indicação de José Mauro Ferreira Coelho para a presidência da estatal.

Na outra ponta, Vale (VALE3) avançou 0,60%, enquanto Gerdau (GGBR4) recuou 2,43%, Metalúrgica Gerdau (GOAU4) -2,67% e Usiminas (USIM5) -0,15%. 

Ainda entre os destaques negativos, MRV (MRVE3) caiu 2,82%, Eztec (EZTC3) -1,45% e Cyrela (CYRE3) -1,58%.

Confira os destaques desta quinta-feira:

Petrobras (PETR;PETR4) 

O Ministério de Minas e Energia (MME) anunciou, nesta quarta-feira (6), a indicação de José Mauro Ferreira Coelho para presidir a Petrobras (PETR4)

Coelho é presidente do Conselho de Administração da Pré-Sal Petróleo e foi secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do MME. 

Além dele, Marcio Andrade Weber foi indicado à presidência do Conselho de Administração da Petrobras. 

As duas indicações precisam ser confirmadas pela na assembleia de acionistas da estatal, que deve acontecer no dia 13 de abril. 

Braskem (BRKM5) 

A gestora norte-americana Apollo Capital fez uma oferta não-vinculante para adquirir a participação do conglomerado Novonor na petroquímica Braskem (BRKM5), disse o jornal Valor Econômico nesta quinta-feira.

A Apollo ofereceu 44,57 reais por ação pela participação total de 38,8% da Novonor na Braskem, disse a reportagem, citando três fontes a par do assunto. A Novonor, anteriormente conhecida como Odebrecht, poderia levantar 13,6 bilhões de reais com o negócio nesses termos, segundo o jornal.

A participação da Novonor na Braskem, no entanto, é dada como garantia aos seus credores, como a Reuters já noticiou, de modo que o conglomerado não pode decidir sobre a venda sem consultar os bancos.

Azul (AZUL4) 

A companhia aérea Azul (AZUL4) informou nesta quinta-feira (7) que a demanda por seus voos aumentou 68,6% em março sobre o mesmo mês do ano passado, encerrando o primeiro trimestre com ganho de 32,9% sobre os três primeiros meses de 2021.

A oferta de assentos nos voos da companhia subiu 52,6% em março. Com isso, a taxa de ocupação dos aviões da Azul fechou o mês passado em 78,7% ante 71,2% em março de 2021.

No trimestre, a oferta da Azul cresceu 26,4%, informou a companhia em comunicado ao mercado.

Eletrobras (ELET3;ELET6)

A modelagem para a privatização da Eletrobras (ELET6) será avaliada “em breve” pelo Tribunal de Contas da União, disse nesta quinta-feira o relator do processo, ministro Aroldo Cedraz, sem especificar uma data.

O TCU realiza nesta quinta-feira um debate público para ouvir contribuições e avaliações de especialistas e investidores sobre a modelagem da capitalização da Eletrobras, última etapa do processo de desestatização que irá a julgamento pelo tribunal.

Na abertura do evento, o vice-presidente do TCU, Bruno Dantas, disse que todas as etapas internas para esse segundo exame já foram vencidas, faltando apenas a formulação do voto do relator e apreciação pelo plenário.

Com Reuters

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Últimas notícias

Matérias relacionadas