Ibovespa fecha em queda junto com índices norte-americanos

Nesta quarta, o Ibovespa reagiu aos detalhes preliminares da planejada redução no balanço patrimonial do Fed

O Ibovespa fechou o pregão desta quarta-feira apresentando uma leve queda, marcando o terceiro dia de baixa consecutiva. O principal índice da bolsa brasileira acabou seguindo o mesmo caminho das bolsas em Nova York, que também fecharam no vermelho.

Nesta quarta, o mercado digeriu os detalhes preliminares da planejada redução no balanço patrimonial do Federal Reserve (Fed), após a divulgação da ata de sua última reunião de política monetária.

O setor financeiro e empresas relacionadas ao consumo interno ficaram entre as principais influências negativas para a sessão. Vale e Suzano se destacaram no lado oposto.

Aqui no Brasil, a FGV (Fundação Getúlio Vargas) informou que o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) subiu 2,37% em março.  Com este resultado, o índice acumula alta de 6,00% no ano e 15,57% em 12 meses.

De acordo com a FGV, o IPA, índice de maior expressão na composição do resultado do IGP, recebeu, forte influência dos derivados do petróleo, cujos destaques foram Diesel (2,70% para 16,86%), gasolina (1,71% para 12,69%) e adubos ou fertilizantes (-5,21% para 7,97%). Juntos, estes itens responderam por 30% do resultado do IPA.

O Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, fechou em queda de -0,55%, cotado a 118.227,75 pontos.

dólar comercial fechou em alta de +1,19%, cotado a R$ 4,7147

Nos Estados Unidos, as bolsas fecharam em queda. O S&P 500 fechou em desvalorização de -0,97% (4.481,26), o Nasdaq registrou queda de -2,22% (13.888,82), enquanto o Dow Jones encerrou o dia caindo em -0,42% (34.497,23).

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Matérias relacionadas