“A gente não descarta um risco de recessão”, diz economista do Banco Inter sobre Ata do Fed

A economista destacou que não espera um risco de recessão tão severa, como o que aconteceu em 2008

O Federal Reserve (Fed) deve divulgar na tarde desta quarta-feira (6) informações sobre a política monetária dos Estados Unidos. “A gente não descarta um risco de recessão. Se a inflação continua muito elevada, o Fed precisa subir os juros de maneira mais acelerada, isso pode sim trazer um impacto recessivo na economia em 2023 e 2024”, disse Rafaela Vitória, economista-chefe do Banco Inter, à BM&C News.

Apesar disso, a economista destacou que não espera um risco de recessão tão severa, como o que aconteceu em 2008.

“Não existem tantos excessos hoje no ponto de vista de endividamento das famílias. Então, a gente pode ter uma recessão mais branda”, avaliou.

Além disso, Rafaela pontuou que, do ponto de vista global, pode-se esperar um efeito benéfico, uma vez que as commodities em queda, podem trazer uma alivio para as economias emergentes com uma pressão inflacionária menor.

“O Fed tem muito potencial ainda para combater essa inflação e não precisará ter que desacelerar a economia americana de maneira mais forte”, afirmou.

Confira a análise de Rafaela Vitória sobre o câmbio:

Se inscreva no nosso canal e acompanhe a programação ao vivo.

Compartilhe:

Matérias relacionadas