São Paulo: Supermercado faz teste aceitando criptomoedas em compras

Com a vida ainda curta, a criptomoeda tem ganhado espaço na loja de São José dos Campos por meio de ações de ativação
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Nesta segunda-feira (04), as criptomoedas podem ter tido um avanço maior em seu papel na economia. A rede de supermercados Shibata, de São Paulo, passou a aceitar criptomoedas como forma de pagamento. A moeda digital wibx, criada pela startup Wiboo, é utilizada na unidade de São José dos Campos (SP) como parte de um novo projeto que está fazendo sucesso pode estar expandido para todas as lojas da marca.

Com a vida ainda curta, a criptomoeda tem ganhado espaço na loja de São José dos Campos por meio de ações de ativação. Caixas e totens são colocados em corredores para que os clientes conheçam a moeda wibx. Assim, os consumidores são convidados a baixar o aplicativo da wibx e ganham suas primeiras moedas virtuais ao criarem sua carteira de investimentos. O uso das criptomoedas é válido para a compra de qualquer item, sem limite de preços.

Outro fator que chama muita atenção do clientes são as promoções que os atraem. Além disso, eles também são premiados com criptomoedas em ações pontuais. Um exemplo bem fácil é quando os clientes compartilham o link para amigos se cadastrarem no aplicativo ou faz uma compra em dinheiro e recebe cashback de R$ 5 convertidos na moeda da Wiboo.

O grupo Shibata conseguiu nesse começo exclusividade pois eles deram apoio financeiro para começar o projeto na casa de R$ 15 milhões e ainda tornou-se sócio da Wiboo. Porém, com um sucesso recente, além do Shibata, a Wiboo está prestes a fechar uma parceria com mais três redes de supermercados.

Compartilhe:
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Matérias relacionadas